La Bohème

Puccini

ópera em 4 actos

versão portuguesa de Luis Rodrigues

 

La Bohème de Puccini mais próxima do público, num formato e escala mais íntimos, numa nova versão para português, adaptada ao mundo contemporâneo e ao meio português actual, intensificando a verdade gritante da sua história - a luta pela sobrevivência de jovens artistas. Outro tema também actual é a conquista profissional do estatuto de artista, que ainda é considerado pela sociedade portuguesa como um ser boémio, que não produz riqueza. Embora as condições de vida nas cidades ocidentais tenham mudado radicalmente nestes cem anos que separam a Bohème do “quartier latin” desta Bohème na Lisboa de hoje, na realidade, com os sucessivos cortes em todas as áreas sociais, assiste-se a um galopante retrocesso social e humano.

 

Nesta nova versão para português da autoria do barítono Luis Rodrigues a acção passa-se em Lisboa, no bairro alto e poderá ser adaptada a outros locais onde o espectáculo venha a ser apresentado. Numa linguagem actual repleta de expressões idiomáticas portuguesas, de referências a locais nossos conhecidos, de acontecimentos e de situações que marcam a nossa vida diária, esta versão respeita a história , as ideias, a própria rima e o grande humor do libreto original.

 

Como Dieuaide afirma: “Nesta ópera não haverá melodramatismos, nem cenários inúteis ou efeitos cénicos supérfluos, mas personagens: mulheres e homens que vivem a incerteza do dia seguinte e do amor, mas que apesar do frio, da fome, das dívidas e da doença, atravessam os seus verdes anos com simplicidade, humor e verdade. Da sua Bohème Puccini dizia :“ Não sou feito para as acções heróicas. Gosto dos seres que têm um coração como o nosso, com as suas esperanças e ilusões, seres com rasgos de alegria e horas de melancolia, que choram sem gritar e sofrem com uma amargura interior.”

 

Direcção cénica, espaço cénico e figurinos: Michel Dieuaide

Direcção musical e piano: Jeff Cohen

Adaptação e nova versão portuguesa: Luis Rodrigues

Desenho de Luz: Paulo Graça

 

Elenco: 

Catarina Molder (Mimi)

João Cipriano (Rodolfo)

Rui Baeta (Marcello)

Eduarda Melo (Musetta)

Diogo Oliveira (Schaunard)

Nuno Dias (Colline)

João Oliveira (Benoit e Alcindoro)

Coro: Ariana Russo, Maria João Alves, Ana Ventura, Liliana Marlene Silva, Carla Aires, Luisa Vaz Pinto, João Queiroz, Rui Antunes, Jorge Francisco da Silva, Christian Camilot, Miguel Romeiro Ferreira

 

Co-produção: São Luiz Teatro Municipal e Companhia de Ópera do Castelo